Dataprev processa 1,5 milhão de contestações do Auxílio Emergencial

  • Início
  • /
  • Noticias
  • /
  • Dataprev processa 1,5 milhão de contestações do Auxílio Emergencial

16/07/2020

Dados divulgados pelo Dataprev mostram que 1,5 milhões de requerimentos de contestação do Auxílio Emergencial serão enviados à Caixa Econômica Federal para pagamento.

São solicitações de trabalhadores que recorreram e passaram por novas etapas de análise nos últimos três meses. Segundo a Dataprev, as contestações são de todos os cidadãos que pediram o benefício pelo aplicativo ou site.

Ainda não foi divulgado quando o pagamento do Auxílio Emergencial desses novos beneficiados será liberado. Isso porque, ainda é preciso passar pela homologação do Ministério da Cidadania.

A Dataprev também informou que concluiu na semana passada o processamento dos últimos requerimentos feitos entre 17 de junho e 2 de julho nos canais da Caixa. O conjunto de informações foi enviado no último dia 7 para homologação do Ministério da Cidadania.

Até 2 de julho, 65,4 milhões de cidadãos foram considerados elegíveis segundo o relatório. Outros 42,5 milhões foram considerados inelegíveis para receber o Auxílio.

A Dataprev ressalta que a sua atuação está restrita apenas à primeira parcela do benefício. A reavaliação e autorização para pagamento das demais parcelas são realizadas pelo Ministério da Cidadania.

A empresa realiza o processamento dos dados autodeclarados pelo cidadão no aplicativo e portal da Caixa com as informações disponíveis e existentes nos registros oficiais do governo federal.

Pagamentos Auxílio Emergencial

De acordo com a Caixa, 65,2 milhões de beneficiários já receberam o Auxílio Emergencial dentro das parcelas 1, 2 e 3, totalizando R$ 121,1 bilhões.

São 109,1 milhões de cadastros no programa. Já foram processados 107,8 milhões. Cerca de 860 mil ainda esperam por reanálise, todos inscritos no app e site do auxílio, enquanto cerca de 1,3 milhão ainda estão em primeira análise.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

 

Fonte: Portal www.contabeis.com.br

Voltar